Emmy 2020: dramas, comédias, minisséries e uma análise das principais categorias | Maricota Indica Expecial Emmy 2020

Emmy 2020 séries minisséries

O Emmy 2020 e as surpresas entre os indicados são várias. Mas quais séries de drama, comédia e minissérie levarão as estatuetas douradas para casa? Temos algumas previsões e análises

Por Maricota

Estranho pensar que dentre tudo que veem ocorrendo, uma coisa se mantém: continuamos a consumir muita televisão e suas infinitas produções dramáticas, cômicas, musicais e documentais.

Temporada 2019/2020 de premiações será um tanto diferente, começando que a cerimônia marcada para 20 de setembro será totalmente virtual: são 138 indicados que estarão em 114 endereços diferentes!  O que uma pandemia mundial não faz…

Raramente saímos contentes com as indicações, pois mesmo com algumas merecidas, boa parte dela é bem tendenciosa, principalmente quando cria uma suposta noção de diversidade.

Ainda assim, o Emmy é a premiação que tenta mudar as normativas, torçamos para que isso seja gradativo.

ANALISANDO AS CANDIDATAS A MELHORES SÉRIES DE COMÉDIA
Nunca tive uma conexão muito forte com séries de comédia, mas nos últimos anos tento cada vez mais balancear a quantidade de dramas familiares e intensos que sempre consumi ao longo da vida.

Selecionei algumas das indicadas ao Emmy 2020 para compor a imagem da Categoria Comédia, mas claro existem infinitas outras, inclusive duas queridas minhas que ficaram de fora.

SÉRIES DE COMÉDIA EMMY 2020Dentre as categorias de atuação, o elenco principal e coadjuvante de The Marvelous Mrs Maisel e Schitts Creek saíram na frente, colocando a queridinha série canadense como a possível produção que pode tirar a hegemonia de Mrs Maisel.

Catherine O’Hara! É imensa em sua entrega e seria interessante vê-la destronar Rachel Brosnahan.

E não seria nada ruim ver Eugene Levy levar também, apesar de que Ted Denson apresenta chances, mesmo com a inferior temporada final de The Good Place.

Categorias coadjuvante dificilmente Mrs Maisel perderá, consagrando mais uma vez Tony Shalhoub e Alex Borstein com a estatueta.

O nome de Mahershala Ali em Ramy não deve ser desconsiderado, podendo fazê-lo alcançar o título EGOT este ano, sigla que sintetiza Emmy, Grammy, Oscar e Tony, evidenciando alguém que já ganhou os quatro principais prêmios da Televisão, do Música, do Cinema e do Teatro, respectivamente.

Já para o grande prêmio da categoria, confesso que já gostei mais de Mrs. Maisel e graças à minha ótima decisão de maratonar Schitts Creek enquanto morava em Dublin, minha torcida fica 100% com a família Rose (a família de quatro protagonistas da comédiia Schitt’s Creek têm sobrenome Rose) e companhia. 

Senti falta da Jane Levy por Zoey’s Extraordinary Playlist e Better Things, tanto como Melhor Série como Melhor Atriz para Pamela Adlon.

LEIA TAMBÉM:
Schitt’s Creek: todos os motivos pra não perder essa série de comédia (sério, você tem que ver!)

Zoey’s Extraordinary Playlist é a série musical de dramédia que vai deixar seu coração quentinho

Série Succession da HBO

ANALISANDO AS CANDIDATAS A MELHORES SÉRIES DE DRAMA
Resolvi deixar The Handmaid’s Tale, Killing Eve e Stranger Things fora da imagem de destaque. Duas primeiras devido à queda da qualidade de sua última temporada, apesar do talento inquestionável do elenco e a terceira, mesmo uma queridinha minha, não apresenta perfil de série de premiação.

Principalmente pensando que facilmente tiraria qualquer uma das três para colocar a excelente segunda temporada de Pose (FX).

Seguindo em frente, a categoria drama sempre é a mais disputada e controversa, provocando reações diversas tanto na crítica quanto nos fãs das produções indicadas e também nas deixadas de fora.

SÉRIES DE DRAMA EMMY 2020Novos dramas ganharam espaço dentre as categorias de atuação, entre eles o primeiro grande hit da AppleTV+, The Morning Show. Retorno de Jennifer Aniston para a TV foi certeiro.

Zendaya viralizou no Twitter após sua merecida primeira indicação por Euphoria da HBO. Arrisco dizer que ficará entre as inglesas Olivia Colman por The Crown e Jodie Comer por Killing Eve.

Dentre os atores, Billy Porter levou ano passado por sua vivaz performance em Pose, porém se a indicação dupla de Sucession não atrapalhar, Brian Cox com seu monstruoso patriarca deve levar.

Lista de coadjuvantes está imensa, o que por fim só ajuda quem já é favorito a levar. Complicado apostar, considerando as duas indicações duplas pra Sucession e The Morning Show. Ainda assim, fico com Bradley Whitford em The Handmaid’s Tale.

Já atriz, apesar de muitos já acharem que Meryl Streep já anula as chances das demais, diria que todas as indicadas entregaram melhores performances que ela. Se for pra escolher alguém, fico então com Helena Bonham Carter.

Por fim, a grande batalha de Melhor Drama. Sem Game of Thrones na disputa, as possibilidades são imensas, mas arrisco dizer que nenhuma dessas é páreo para a assustadora e excelente segunda temporada de Succession.

Gostaria muito que Better Call Saul ganhasse o merecido reconhecimento, mas considerando que este é seu quinto ano, acho difícil.

podcast watchmen hbo serie SÉRIES HBO

ANALISANDO AS CANDIDATAS A MELHORES MINISSÉRIES
Intensas e altamente relevantes, os indicados deste ano cumpriram com seu papel ao intrigar e fazer seu público questionar seu papel na sociedade e também os privilégios que estão atrelados a cada um.

E nada curioso, as cinco indicadas são protagonizadas por mulheres e suas histórias falam sobre e por elas. Verdadeiro marco, algo que nunca vemos acontecer no Oscar com os indicados a Melhor Filme.

Little Fires Everywhere, estrelado por Kerry Washington (indicada a melhor atriz) e Reese Witherspoon, foi uma belíssima adaptação literária, realizada de maneira dinâmica e eletrizante.

Watchmen, elogiada e aclamada pelo público e critica, se tornou a produção com maior número de indicações no Emmy 2020, 26 no total.

MINISSÉRIES EMMY 2020Regina King mais uma vez prova porque deve estar entre as melhores atrizes e será um verdadeiro equívoco senão levar o Melhor Atriz.

Dentre as atuações de Melhor Ator, tanto Paul Mescal por Normal People como Mark Ruffalo por I Know This Much is True, infelizmente tiveram suas séries fora da corrida de Melhor Minissérie, mas tanto o jovem irlandês quanto o veterano ator deram as melhores atuações na categoria, porém acho difícil Ruffalo não levar.

Mrs. America mostra a intensa luta do movimento feminista nos EUA no anos 70.

Indicado nas categorias Melhor Série, Atriz Principal para Cate Blanchett e indicação a coadjuvante para Uzo Aduba, Margo Martindale e Tracey Ullman.

Caso o voto quebre as chances do elenco, a briga fica entre Holland Taylor por Hollywood e Tony Collette, pela excelente e incomoda Unbelievable da Netflix.

Unorthodox da Netflix surge com indicações na categoria de Melhor Minissérie e sua protagonista, Shira Haas como Melhor Atriz.

Hollywood foi indicada nas categorias de atuação, dando certa chance para Jim Parsons levar o prêmio de coadjuvante. Devido ao número de indicações triplas para Watchmen.

Falando Watchmen, é mais do que certo: ela leva para casa o prêmio de Melhor Minissérie, ainda que a popularidade de Little Fires Everywhere possa colocá-la no páreo.

CONFIRA NOSSA CATEGORIA ESPECIAL SOBRE WATCHMEN.

PARA MAIS DICAS COMO ESTA, SIGA A MARICOTA LÁ NO INSTAGRAM!
Às quartas e sextas ela passa por aqui pra te dar uma ótima dica de série, filme ou livro! 

Toda semana tem textos e vídeo novos.
Mande um e-mail pra gente:
contato@podpop.com.br

Siga a gente no INSTAGRAM!
Curta nossa página no Facebook

podcast sobre série podcast sobre série podcasts sobre filmes podcast sobre filmes podcast sobre música podcasts sobre música podcasts no spotify podpop podcast cultura pop

podcasts no Deezer podcast Deezer ouvir podcasts no Deezer

CONFIRA NOSSA CATEGORIA SOBRE SÉRIES DE TV!
curadoria filmes e séries listas filmes e séries