O Mundo Sombrio de Sabrina, nova série original Netflix: 5 motivos para assistir (ou não) – PodPOP em TEXTO #4

Netflix O Mundo Sombrio de Sabrina original Netflix série série de TV Harvey Zelda Hilda Ambrose Série da Netflix Sabrina bruxa Igreja da Noite

Finalmente O Mundo Sombrio de Sabrina estreou e a série não poderia estar mais empolgante, sobrenatural, repleta de momentos assustadores, uma mitologia própria interessantíssima, personagens instigantes e um elenco maravilhoso

Por Willians Glauber

Esqueça a Sabrina aprendiz de feiticeira que você conheceu nos anos 1990. Desta vez a bruxinha aparece mais empoderada, feminista, assustadora e afrontosa.

A nova série original Netflix, O Mundo Sombrio de Sabrina, estreou rodeada de altas expectativas dos fãs. A aposta no seriado foi tão grande, que antes mesmo da estreia, a gigante dos streamings já havia renovado a produção para sua segunda temporada.

Inclusive, atualmente ela está sendo filmada na cidade de Vancouver, no Canadá, mesma locação onde ficaram os sets do primeiro ano da série.

O Mundo Sombrio de Sabrina é adaptado das HQs de Roberto Aguirre-Sacasa, que também comanda o seriado e a queridinha dos jovens, Riverdale. Ambos, Archie e Sabrina, estão presentes em um mesmo universo, tanto que Greendale, cidade da jovem bruxa, é vizinha de Riverdale.

Um dos pontos interessantes da série é que sua história não se passa em nenhum período específico, pois a cidade de Greendale vive em uma época própria, combinando características, elementos e costumes de diversos períodos históricos, sendo impossível datar a produção. 

Netflix O Mundo Sombrio de Sabrina original Netflix série série de TV Harvey Zelda Hilda Ambrose Série da Netflix Sabrina bruxa Igreja da Noite

E O Mundo Sombrio de Sabrina tem muitos aspectos a serem comemorados. Por isso, vamos aos motivos para você não deixar de assistir a essa ótima série.

1 – Tem empoderamento feminino sim e muito girl power. A personagem Sabrina é cheia de valores e morais que permeiam muitos dos jovens da atualidade.

A protagonista não aceita injustiça, esforça-se para ajudar como pode as pessoas ao seu redor. Ela não engole o patriarcado ou fica calada diante das atitudes tradicionalistas impostas a ela e isso enriquece a história, trazendo à tona uma trama mais contemporânea e significante.

2 – Esqueça os estereótipos: prepare-se para personagens interessantes e envolventes. Por menores que sejam suas influências no desenrolar da história, todos os personagens que aparecem na tela chamam a atenção de alguma maneira e com certeza logo no segundo ou terceiro episódios você já terá seus preferidos.

A química entre eles é natural e em nenhum momento suas interações, intenções e relações são difíceis de acreditar. Além disso, as maneiras que os roteiristas encontram de interconectar as vidas de cada núcleo de personagens é de tirar o chapéu.

3- Por falar em personagens, que elenco incrível os produtores escolheram para essa série! Os atores parecem realmente cair de cabeça na atmosfera misteriosa, mágica e dark à qual a série se propõe a criar.

Eles ficam visivelmente à vontade no universos de O Mundo Sombrio de Sabrina, dando vida a seus personagens de um jeito no qual abordar magia, monstros e demônios não é algo menor em momento algum.

4- Magia aqui é coisa séria! A preocupação que os roteiristas e criadores tiveram de enriquecer ao máximo a mitologia própria da série é de dar inveja em qualquer produção do gênero fantástico e sobrenatural.

São centenas de referências a figuras ocultistas de todo o mundo, feitiços criados a partir de diferentes línguas (inclusive o português) e um enredo original que contextualiza de maneira crível o universo das bruxas.

5- A qualidade técnica e artística da série é de encher os olhos. A direção de arte se preocupou com cada detalhe dos cenários e locações, com as particularidades dos figurinos dos personagens e de suas ambientações. É possível notar referências a diversas culturas, épocas, crenças e mitologias.

Vamos aos motivos que talvez façam você não curtir tanto assim O Mundo Sombrio de Sabrina.

1- É uma história protagonizada por uma adolescente, portanto boa parte do pano de fundo dela é sim em escolas e em torno de problemáticas da idade. Ainda que aborde assuntos bem mais complexos do que os melodramas adolescentes.

2- Se você não curte muito o gênero fantástico, magia, seres sobrenaturais e criaturas mitológicas, é provável que essa séria não seja pra você mesmo. Nela temos ataques de entidades, monstros e a presença de seres mágicos que podem soar um tanto “bobos” para quem não é fã de tais temáticas.

3- A protagonista é enxerida sim e metida a heroína! Se esse é um perfil de personagem que não lhe agrada, é melhor nem passar perto de O Mundo Sombrio de Sabrina.

Porque a jovem bruxa acha que pode ajudar a resolver os problemas de todos ao seu redor e sua benevolência chega a pontos extremos de você soltar um “deixa ela morrer, sua idiota, não tá vendo que ela te odeia!”. É nesse nível.

4- Se feminismo ou o chamado girl power não é muito sua praia, melhor focar em outras produções então. Porque a série bate muito nessa tecla e até mesmo o par romântico da protagonista tem seu lado feminista aflorado.

5- A série é um tanto didática e traz à tona com frequência a explicação de seu plot, além de informações um tanto repetidas para fazer questão de que o espectador entenda tudo o que está acontecendo.

Se você prefere tramas e subtramas mais sutis, com espaço para suposições e teorias, essa definitivamente não é sua série mesmo.

No elenco de O Mundo Sombrio de Sabrina estão Kiernan Shipka, como Sabrina Spellman; Ross Lynch, como Harvey Kinkle; Lucy Davis, como Hilda Spellman; Chance Perdomo, como Ambrose Spellman; Miranda Otto, como Zelda Spellman; Michelle Gomez, como Mary Wardwell; Jaz Sinclair, como Rosalind Walker; Tati Gabrielle, como Prudence;  Adeline Rudolph, como Agatha; Richard Coyle, como Padre Faustus Blackwood; Abigail F. Cowen, como Dorcas; Lachlan Watson, como Susie Putnam; Darren Mann, como Luke; Ty Wood, como Billy Marlin; Gavin Leatherwood, como Nicholas Scratch; Justin Dobies, como Tommy Kinkle;

Mande um e-mail pra gente:
contato@podpop.com.br
Siga a gente no INSTAGRAM!
Curta nossa página no Facebook

OUÇA NOSSOS PODCASTS:
Harry Potter Hermione Rony Wesley Voldemort franquia de filmes Harry Potter Animais Fantásticos Dumbledore Hogwarts Back To Hogwarts Day Dia de Volta a Hogwarts Filmes Harry Poter Filmes HP

8 Mulheres Oito Mulheres 8Mulheres e Um Segredo Oito Mulehres e Um sEgredo Anne Hathaway Sandra Bullock Cate Blanchet Rihanna Mindy Kalling Helena Bohan Carter Sarah Paulson filme estreia cinema (1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *