Maniac, da Netflix: 4 motivos para assistir (ou não) à série – PodPOP em TEXTO #3

Emma Stone Jonah Hill Cary Fukunaga Netflix original Netflix série da Netflix minissérie Maniac série premiada Emmy Globo de Ouro Melhoir ATriz Atriz ganhadora de Oscar La La Land

Maniac estreou na Netflix e, quem não sabia nada sobre a série, se surpreendeu ao ver Jonah Hill (indicado ao Oscar de Melhor Ator Coadjuvante por O Lobo de Wall Street e um dos protagonistas de Anjos da Lei) e Emma Stone (ganhadora do Oscar de Melhor Atriz por La La Land e o par romântico do herói em O Espetacular Homem-Aranha) como principais

Por Igor Sarilho

Como dois atores estelares topariam participar de uma minissérie da Netflix? A resposta é fácil: Cary Fukunaga.
Ele é o criador da produção e já dirigiu diversos episódios da aclamada série True Detective, da HBO, além de ser um dos produtores da série. Fukunaga também foi diretor do filme Beasts of No Nation, aclamado pela crítica, e um original Netflix.

Maniac, baseada em uma série norueguesa. Isso fez com que os dois atores topassem fazer parte desse projeto, sem pensar duas vezes.

A minissérie conta a história de dois participantes de um teste de uma nova droga e mostra como esse experimento vai mudar a vida deles para sempre (um resumo bem estilo sinopse da Netflix).

Emma Stone Jonah Hill Cary Fukunaga Netflix original Netflix série da Netflix minissérie Maniac série premiada Emmy Globo de Ouro Melhoir ATriz Atriz ganhadora de Oscar La La Land

Então, agora, eu vou te mostrar 4 motivos para você acompanhar eles durante esse processo (SEM SPOILERS, claro):

1- A loucura da minissérie é extremamente apaixonante! A trama é muito original e a forma como ela mostrada visualmente, como é construída com o passar dos episódios, faz com que você grude na série e não a largue!

2- Emma e Jonah entregam uma BAITA atuação! Os dois mostram porque chegaram onde chegaram, entregando para a gente dois personagens que não nos fazem pensar que eles são personagens fictícios, e sim pessoas reais.

3- O visual da série é INCRÍVEL! Toda a identidade visual usada por Fukunaga é diferente de tudo já visto, é estranha e extremamente harmônica. O fato de a história se passar em um “futuro retrô” o ajuda a criar essa ambientação tão original e cativante.

4- A dramédia da minissérie te deixa viciado, fazendo você assistir um episódio atrás do outro, sem querer parar! Tudo isso se deve a maestria do roteiro e da sua estrutura, que mostra diversas realidades sempre se conectam com a trama principal de maneira primorosa!

Emma Stone Jonah Hill Cary Fukunaga Netflix original Netflix série da Netflix minissérie Maniac série premiada Emmy Globo de Ouro Melhoir ATriz Atriz ganhadora de Oscar La La Land

Já falei a parte boa, agora chegou a hora de te mostrar 4 motivos que podem fazer você desistir de Maniac:

1- A história é bem confusa no começo, principalmente no primeiro episódio. A trama só começa a ficar bem explícita no final do segundo episódio. Isso pode fazer você desistir da minissérie e assistir algo mais light, tipo Friends.

2- O futuro maluco pode te desconectar de Maniac. A minissérie tem uma visão meio louca sobre o que o ser humano pode criar e fazer daqui pra frente, e isso, talvez, faça quem assiste achar a trama meio absurda demais.

3- Alguns personagens são BEM caricatos, o que pode te fazer pensar que a série é muito “besta”. Os coadjuvantes são assim e realmente trazem uma comédia bem infantil, isso pode ser estranho (e até chato) para você.

4- O uso das diferentes realidades pode te deixar bastante confuso! O momento em que elas surgem e como são usadas pode deixar você pensando “Mas que p*rra que tá acontecendo!?”, e isso pode te fazer desistir da trama.

Mande um e-mail pra gente:
contato@podpop.com.br
Siga a gente no INSTAGRAM!
Curta nossa página no Facebook

OUÇA NOSSOS PODCASTS:
Westworld Maeve Dolores Ford Arnold Bernard série Westworld HBO Série da HBO Original HBO Emmy Globo de Ouro Westworld

Atlanta série Donald Glover Childish Gambino This is America série de comédia Séries do FX humor negro contra o racismo contra preconceito Globo de Ouro Emmy série premiada

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *