Quibi: por que você precisa ficar de olho no mais novo serviço de streaming | PodPOP em TEXTO #84

Quibi, Crackle, Starzplay, Globoplay, À La Carte (streaming com filmes clássicos e independentes, do cinema de rua Belas Artes, aqui de São Paulo), Peacock, Apple TV+, Hulu, Disney+, Amazon Prime Video, Netflix, HBOMax, CBS All Access.

Quibi é a abreviação da frase “Quick bites”, o que em tradução livre significa pequenas mordidas. A ideia por trás da marca é oferecer justamente isso aos assinantes: pequenas mordidas todos os dias do prato principal: a série, o programa ou o filme original oferecidos pela plataforma de streaming

Por Willians Glauber

Imagine poder assistir a séries que tenham episódios de 5 minutos a no máximo 10 minutos, lançados diariamente em um aplicativo.

Ter a possibilidade de ver um episódio inteiro em um tempo tão curto, o que pode se tornar hábito dentro da rotina, visto que uma distração em meio ao estresse das responsabilidades do dia a dia sempre é bem-vinda.

Esse é o conceito por trás do mais novo serviço de streaming chamado Quibi, uma abreviação para Quick Bites, que traduzindo ao pé da letra seria algo como “mordidas rápidas”, tipo aquele lanchinho da tarde que em poucos minutos você come e se satisfaz, sabe?

Quibi novo serviço de streaming (1)

O aplicativo funciona exclusivamente nos celulares. Nas primeiras duas semanas de lançamento já eram mais de 50 séries e programas originais e todos os dias são postados mais de 30 conteúdos originais, entre novas produções e novos episódios.

Todas as segundas-feiras, duas séries originais estreiam na plataforma.

BASTIDORES
Por trás da empreitada está Jeffrey Katzenberg, cofundador da Dreamworks e ex-produtor executivo da Disney.

Para que o negócio saísse do papel foi um total de US$ 1 bilhão investidos. Feita do zero, a plataforma, que se resume em um app para aparelhos Android e iOS, traz uma programação original aos apressados. Ao todo foram três anos de desenvolvimento.

Quibi app serviço de streaming

No Brasil, o aplicativo está disponível nas lojas oficiais de ambos os sistemas operacionais e custa R$ 32,90. O conteúdo é totalmente em inglês, sem legendas em português.

Bom lembrar que há opções de assinatura mais baratas em plataformas mais completas e sólidas no mercado brasileiro, como Globoplay, Netflix e Amazon Prime Video.

UMA MANEIRA INOVADORA DE ENTREGAR  E CONSUMIR ENTRETENIMENTO
Embora não valha tanto a pena assim, por enquanto e financeiramente, para o público brasileiro, e a novidade ainda tenha que se esforçar para justificar o investimento dos assinantes, a iniciativa merece  atenção por diversos motivos. 

A adoção de uma nova lógica de storytelling, capaz de entregar séries e programas aos assinantes de uma maneira inovadora, pode servir de inspiração para que novos modelos de negócio e maneiras de produzir conteúdo audiovisual sejam criados.

Quibi novo serviço de streaming (1)

Outra característica das produções do Quibi é que os episódios podem ser vistos tanto com o celular na horizontal quanto na vertical.

A maneira como as séries e programas foram gravados abre espaço para ambas as possibilidades.

Um diferencial que já traz mudanças significativas não só na entrega do produto em si, como na maneira como ele é desenvolvido, produzido e filmado. 

A intenção da plataforma é oferecer uma experiência ao assistir produções pelo celular, fazendo com que o assinante assista às séries e aos programas se locomovendo, seja na chegada ao trabalho ou na ida até o almoço.

Quibi novo serviço de streaming (1)

A GENIALIDADE DO MODELO DE NEGÓCIOS
Outro ponto assertivo é a viabilidade econômica da coisa em si: em suma, os profissionais do audiovisual e todos os equipamentos, locações e aparatos envolvidos nas gravações são cobrados por horas, diárias.

Como aqui temos produções de curtíssima duração, o custo de cada uma delas cai drasticamente, possibilitando assim trazer grandes nomes para a frente das câmeras.

O Quibi não se vê como um canal de TV e não enxerga serviços como Hulu, Amazon Prime Video e Netflix como concorrentes.

Most-Dangerous-Game-Quibi

OS GRANDES NOMES 
Atores com forte influência no público jovem como Sophie Turner, Kevin Hart, Kristen Bell, Idris Elba, Anna Kendrick e Liam Hermsworth encabeçam a lista de estrelas contratadas pela nova plataforma de streamings.

Outros nomes grandes e que chamam público também têm produções para si, como Ariana Grande, Jennifer Lopez, Nick Jonas, Joe Jonas, Chance The Rapper.

Por trás das câmeras ainda há nomes como Steven Spielberg e Guillermo Del Toro. 

Anna Kendrick Dummy série Quibi

Toda semana tem textos, podcast e vídeo novos.

Mande um e-mail pra gente:
contato@podpop.com.br

Siga a gente no INSTAGRAM!
Curta nossa página no Facebook

podcast sobre série podcast sobre série podcasts sobre filmes podcast sobre filmes podcast sobre música podcasts sobre música podcasts no spotify podpop podcast cultura poppodcasts no Deezer podcast Deezer ouvir podcasts no Deezer

VEJA NOSSA CATEGORIA SOBRE STREAMINGS:
cinema netflix Serviços de streaming coronavírus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.