Zoey’s Extraordinary Playlist é a série musical de dramédia que vai deixar seu coração quentinho | PodPOP em TEXTO #73

Zoey's Extraordinary Playlist série musical série de dramédia séries musicais

Zoey’s Extraordinary Playlist é o tipo de série que precisamos nesses tempos obscuros. E não só por isso: a originalidade do seriado é muito bem-vinda nessa onda de remakes, reboots e adaptações que Hollywood entrou e parece não querer sair mais

Por Willians Glauber

Órfãos de séries musicais, atenção! Nostálgicos de produções como Glee e Smash, atenção! Rebanho desgarrado da falecida Crazy Ex-Girlfriend, atenção! Essa matéria é pra você, monamu.

Antes de qualquer coisa, vamos à sinopse de Zoey’s Extraordinary Playlist. Na trama, Zoey é uma programadora que está prestes a concorrer à vaga de gerente da startup de tecnologia onde trabalha.

Ah, a protagonista faz parte de uma empresa na qual há apenas duas mulheres: ela mesma e a chefe.

Zoey é uma garota introvertida, que não curte música (segure essa informação, ok?). Ela tem um irmão mais novo, os pais ainda são casados e enfrentam uma grande dificuldade: o patriarca da família sofre de uma doença cerebral degenerativa.

Como se já não bastasse esse cenário um tanto problemático, nossa personagem principal anda tendo dores de cabeça fortes e acaba se submetendo a um ressonância magnética.

E durante o exame, algo um tanto extraordinário (HA, sacou o trocadilho aqui?) acontece e a jovem passa a ouvir os pensamentos das pessoas em forma de números musicais. TCHARAAAAAN! Muito original, vai, fala sério!

POR FALAR EM MÚSICA…
Ela não é só um mero adereço para as situações vividas pelos personagens, mas compõe a trama.

O criador da série, Austin Winsberg, afirmou em entrevista que é adepto de 3 regras básicas e inquebráveis na hora de colocar músicas nos episódios: ou ela gera uma situação engraçada, ou ela ajuda a fazer a história avançar ou ela revela algo novo sobre o personagem.

Requisitos que fazem com que as músicas de cada episódio realmente tenham propósitos dentro da trama e não sejam meramente decorativas. Algo que acontecia muito em Glee e era péssimo!

De canções do TOP 40 da Billboard, a clássicos, o seriado usa e abusa das letras e melodias para expressar momentos importantes na jornada de Zoey, que usa seu novo dom para ajudar as pessoas ao seu redor.

E dada a característica única da série, os atores do elenco precisavam, sem exceções, ter habilidades musicais, afinal, todos (eu disse todos) em algum momento cantam (e dançam) algo.

A PROTAGONISTA
Zoey's Extraordinary Playlist série musical série de dramédia séries musicais

E assim a gente chega na parte do elenco. A atriz que interpreta Zoey, Jane Levy, é, nas palavras do criador, uma profissional rara em Hollyood.

Explico o porquê: o showrunner precisava de um perfil muito específico para a protagonista, pois ela precisava ser tímida, mas ao mesmo tempo impositiva; Tímida, porém corajosa; Engraçada, mas ter notas de melancolia; Ranzina, mas ao mesmo tempo um poço de simpatia; Entregar performances altamente profundas no quesito emoção e ser engraçada para o público.

Bom, acredite ou não, Jane tem sim tudo isso. Você se relaciona com a protagonista logo nas primeiras cenas, porque ela tem um conjunto de características que podem ser relacionáveis pra diferentes tipos de pessoas.

OS COADJUVANTES
Zoey's Extraordinary Playlist série musical série de dramédia séries musicais
E ter uma protagonista tão repleta de camadas, exigiria contar com coadjuvantes à altura. Você via reconhecer os rostos dos pais de Zoey, dois atores veteranos: um das telinhas e outro das telonas. 

Além deles, temos o deleite de contar com Skylar Astin no elenco, nosso eterno Jesse de A Escolha Perfeita. 

Outro destaque vai para o Alex Newell, que provou ter aproveitado o tempo fora das telinhas para melhorar suas habilidades como ator, porque cantando ele realmente aniquila.

Para quem não sabe, ele foi uma das revelações da série-reality The Glee Project e participou de poucos episódios de Glee na época que a série musical explodia de audiência no mundo todo.

Os atores que interpretam o irmão e a cunhada da protagonista são rostos desconhecidos, mas conseguem manter o nível da boa atuação e entregar uma performance digna da qualidade do trabalho da atriz principal.

FÃS DE GILMORE GIRLS, ATENÇÃO!
Zoey's Extraordinary Playlist série musical série de dramédia séries musicais Lauren Graham
E no elenco, temos a honra de ter quem? Ela, a eterna queridinha de Stars Hollow e dos fãs, mãe nata e protagonista da aclamada série Gilmore Girls (ou Tal Mãe, Tal Filha, se preferir): Lauren Graham.

Interpretando a chefe de Zoey e dona da startup de tecnologia, a personagem Joan traz à tona os desafios da mulher moderna de meia idade.

OS BASTIDORES
Usando o gancho de Lauren pra falar de bastidores… Ela é super amiga de Jane na vida real e inclusive deu várias dicas para a jovem atriz, que já emplaca sua segunda protagonista na telinha.

Quem também é conhecido de Lauren é o criador e showrunner da série. Winsberg foi roteirista de Gilmore Girls. Para a série Zoey’s Extraordinary Playlist ele usou muito de sua vida pessoa, uma vez que o pai dele faleceu por conta da mesma doença da personagem principal da história.

Winsberg tem créditos como compositor na Broadway e já criou a comédia chamada Jake in Progress. Aos 27 anos de idade ele já era showrunner de um seriado.

Zoey's Extraordinary Playlist série musical série de dramédia séries musicais

Toda semana tem textos, podcast e vídeo novos.
Mande um e-mail pra gente:
contato@podpop.com.br

Siga a gente no INSTAGRAM!
Curta nossa página no Facebook

podcast sobre série podcast sobre série podcasts sobre filmes podcast sobre filmes podcast sobre música podcasts sobre música podcasts no spotify podpop podcast cultura poppodcasts no Deezer podcast Deezer ouvir podcasts no Deezer

CONFIRA NOSSA CATEGORIA DE PRODUÇÕES MUSICAIS:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.