Years and Years (HBO): lições, mensagens e o cenário assustador que o futuro talvez nos reserve | PodPOP em TEXTO #76

Years and Years Minissérie HBO

Years and Years foi uma das grandes surpresas de 2019, a minissérie abordou de maneira inteligente e crítica o cenário político, econômico e social a que possivelmente o mundo está rumando

Por Willians Glauber

Years and Years é uma coprodução entre a HBO e a BBC. A minissérie de 6 episódios acompanha uma família britânica que ao longo de mais de 10 anos passa por transformações profundas, graças à maneira como as coisas evoluem no mundo.

Sob o olhar dos membros dessa família, testemunhamos as mudanças extremas que a ocupação de um cargo público por alguém extremista pode causar.

Fake news, autoritarismo, isolamento social, crise econômica, crise imigratória, guerra comercial entre países, fechamento de fronteiras, pandemia, catástrofes climáticas e manipulação da mídia são só alguns dos diversos temas que a série aborda.

A semelhança entre ficção e realidade apavora, porque o ponto de partida da trama se dá justamente a partir da atual conjuntura mundial.

Partindo assim para uma realidade quase distópica, tamanha a adoção de medidas que colocam em xeque direitos conquistados pela população mundial, como a própria liberdade de ir e vir.

Criada pela brilhante mente de Russell T. Davies (Doctor Who, Queer as Folk e Torchwood), Years and Years mostra que é possível criar uma história original ao se basear na realidade e proporcionar ao espectador críticas construtivas ao colocar luz sobre aspectos “escondidos” da sociedade.

CONHEÇA MELHOR O CRIADOR DE YEARS AND YEARS AQUI.

Digo “escondidos”, porque temos acesso a maneiras de pensar vistas como condenáveis e imprudentes, mas que acabam moldando o destino dos personagens. Algo que, muito provavelmente, dará o mesmo fim para nós fora da ficção, caso nada mude.

Diante da riqueza de temas e do compromisso em alertar sobre o destino trágico que pode nos aguardar num futuro próximo, vamos elencar aqui algumas das profundas mensagens e lições que a minissérie traz aos espectadores.

NÃO SE ENGANE, TUDO PODE PIORAR
Um dos principais pontos que a minissérie faz questão de frisar é que talvez algo sobre o qual reclamamos hoje, pode ser motivo de saudades amanhã.

Usando um exemplo prático da trama, o cenário político chega a um ponto te tamanho extremismo, que algumas pessoas passam a não mais ter o direito de ir e vir livremente.

Outro ponto interessante da história é mostrar o preço que as pessoas pagam ao quererem respostas rápidas e simples para problemas complicadíssimos e que exigem tomadas de decisões de longuíssimo prazo.

A TECNOLOGIA MAIS AFASTA DO QUE APROXIMA
Por falar em preço a ser pago, outra crítica feita é sobre a dubiedade do papel da tecnologia no dia a dia.

Ao mesmo tempo que ela pode otimizar nossas vidas, por outro lado ela cumpre um papel quase que de exterminadora dessas mesmas vidas que ela tanto facilita.

Extinguindo profissões, gerando novos tipos de problemas, enfraquecendo os laços humanos restringindo o contato ao mínimo necessário.

Colaborando para que as pessoas cada vez mais mais se afastem do que se unam.

EXTREMISMO POLÍTICO NÃO FAZ BEM A NINGUÉM (NEM AOS POLÍTICOS)
E desunião, a propósito, é o mote de muitos acontecimentos da história, abordando como a dissolução do poder do Estado pode causar crises internas e externas, tudo fruto de políticas e políticos extremistas. 

Na minissérie, testemunhamos o desfecho de decisões autoritárias e polêmicas, que colocam a Economia e o nacionalismo acima da vida das pessoas. Hm, isso te faz lembrar alguma coisa, algum país, ou algum político?

FATOS AINDA SÃO AS MELHORES ARMAS CONTRA O AUTORITARISMO
E assim como o extremismo político e suas vertentes, a produção também evidencia a importância e a necessidade que informação, conhecimento e ciência têm na hora de se encontrar saídas possíveis para um mundo que parece não ter mais salvação.

Um contexto avassalador, resultado de uma série de medidas erradas tomadas ao longo de anos e anos.  

CUIDADO COM O QUE VOCÊ DESEJA
E na história, as consequências de tais decisões erradas, ou tomadas num momento de desespero, geram resultados catastróficos e na maioria das vezes irreversível.

Ações tidas como milagrosas para problemas altamente complexos se mostram o veneno perfeito para uma infecção sem antídoto.

NÃO IMPORTA SEU STATUS SOCIAL: VOCÊ PODE (VAI) SE DAR MAL
E por falar em consequências, outra mensagem crucial que a trama insere na trajetória de personagens é o fato de que ninguém está imune ao que pode vir a acontecer no mundo.

Uma vez que o impacto de determinados acontecimentos não é seletivo, arrastando todos que estão pelo caminho.

A NATUREZA VAI COBRAR COM JUROS O QUE DEVEMOS A ELA
E arrastar é uma palavra bastante prudente quando os roteiristas inserem na trama o que as mudanças climáticas e o desequilíbrio causado pelo ser humano podem gerar.

Catástrofes inimagináveis que mudam para sempre a maneira como a sociedade aprendeu a viver.

VEJA NOSSO CONTÉUDO SOBRE A SÉRIE BLACK MIRROR.

Toda semana tem textos, podcast e vídeo novos.
Mande um e-mail pra gente:
contato@podpop.com.br

Siga a gente no INSTAGRAM!
Curta nossa página no Facebook

podcast sobre série podcast sobre série podcasts sobre filmes podcast sobre filmes podcast sobre música podcasts sobre música podcasts no spotify podpop podcast cultura poppodcasts no Deezer podcast Deezer ouvir podcasts no Deezer

VISITE NOSSA CATEGORIA SOBRE AS PRODUÇÕES DA HBO!séries da HBO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.