Netflix, Amazon Prime Video, Apple TV+, Disney+, HBO Max, Hulu, Quibi e mais: quanto os serviços de streaming estão gastando em produções originais | PodPOP Updates

Netflix, Amazon Prime Video, Apple TV+, Disney+, HBO Max, Hulu Quibi os streamings

Os serviços de streaming estão em polvorosa: Netflix, Amazon Prime Video, Apple TV+, Disney+, HBO Max, Hulu Quibi se dispuseram a investir bilhões de dólares na corrida por conteúdo original

Por Willians Glauber

A luta não está nada fácil. Com o surgimento de cada vez mais serviços de streamings, o investimento em produções originais, entre séries, minisséries e filmes está pesadíssimo.

Nomes gigantes como Netflix e Amazon Prime Video, junto com os ascendentes Apple TV+, Disney+, HBO Max, Hulu e Quibi estão movendo montanhas de dinheiro para concorrerem de igual para igual.

Vamos aos números?

Netflix
Atingindo o exorbitante número de 183 milhões de assinantes em todo o planeta Terra, a gigante suprema dos screamings garantiu nada menos do que 16 milhões de novos assinantes somente no primeiro quadrimestre de 2020.

Os planos são injetar este ano a bagatela de 16 bilhões de dólares na produção de atrações originais.

Afinal, a Netflix nunca teve lucro? Ela vai falir?

Amazon Prime Video
Um dos grandes players do mercado de entretenimento doméstico, o serviço de streaming da Amazon planeja injetar 7 bilhões de dólares em conteúdo original só em 2020.

A assinatura Amazon Prime (um pacote de serviços que inclui o streaming Prime Video) calcançou o número de 150 milhões de assinantes mundo afora.

Os grandes nomes por trás das produções originais Amazon.

Apple TV+
O recém-chegado estreou em novembro de 2019 já carregando consigo um budget de 6 bilhões de dólares investidos em programação original.

Descubra os bastidores da programação original da Apple TV+.

Hulu
Já o Hulu, que funciona exclusivamente nos EUA, chega em 2020 com um budget modesto de apenas 3 bilhões de dólares.

O serviço de streaming tingiu a marca de 33 milhões de usuários. Contudo, boa parte deles estão com assinatura gratuita, opção oferecida no início do lançamento, para gerar burburinho.

Faz bem lembrar que o serviço de streaming atualmente está sob a tutela da Disney.

Disney+
Por falar em Disney, o streaming Disney+ tem entre 1,5 e 1,75 bilhão planejado para gastar com conteúdo erm 2020.

Em apenas cinco meses de existência, ele conquistou a marca de 50 milhões de assinantes.

Entenda os erros e acertos do Disney+.

HBO Max
O streaming da Warner chegará ao mercado com 1,2 a 1,5 bilhão investido em produções originais.

O streaming unirá as plataformas HBO Go e HBO Now, que juntas somam atuais 35 milhões de assinantes no mundo todo.

Saiba TUDO o que vai estrear no HBO Max.

Quibi
O inovador e também recém-chegado serviço se preparou para gastar 1 bilhão de dólares nas séries com episódios de até 10 minutos de duração.

Até agora são míseros 3,5 milhões de assinantes, apenas nos EUA, sendo que destes mísero 1,3 são usuários ativos na plataforma mobile.

Entenda em detalhes a dinâmica por trás do novo streaming.

Os peixes pequenos
Entre as plataformas menores, a Peacock, do canal aberto estadunidense NBCUniversal pretende gastar de 800 milhões a 1 bilhão no streaming que estreará em julho desde ano.

O CBS All Access conta com um budget de 800 milhões de dólares para 2020.

Com informações da Forbes.

Toda semana tem textos, podcast e vídeo novos.

Mande um e-mail pra gente:
contato@podpop.com.br

Siga a gente no INSTAGRAM!
Curta nossa página no Facebook

podcast sobre série podcast sobre série podcasts sobre filmes podcast sobre filmes podcast sobre música podcasts sobre música podcasts no spotify podpop podcast cultura poppodcasts no Deezer podcast Deezer ouvir podcasts no Deezer

VEJA NOSSA CATEGORIA SOBRE STREAMINGS:
cinema netflix Serviços de streaming coronavírus

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.